Papa visita Posto de Saúde Solidário na Praça São Pedro

nov 17, 2018   //   por admin   //   Notícias  //  Nenhum comentário

pope-francis-visits-health-facility-initiativ-1542389299849.jpg

Cidade do Vaticano - No final da tarde desta sexta-feira (16), o Papa Francisco surpreendeu pacientes, voluntários e médicos do Posto de Saúde Solidário instalado na Praça São Pedro desde o início da semana. A visita inesperada era para encontrar os pobres e os mais necessitados, já que a assistência temporária foi inaugurada por ocasião do Dia Mundial dos Pobres que será celebrado no domingo (18). O Pontífice abençoou todos presentes no local e também as instalações, além de conversar e se mostrar disponível para selfies. “Um gesto de grande solidariedade e caridade cristã que o Papa quis dar como testemunho.”

O gesto de caridade cristã do Papa
O Santo Padre chegou acompanhado pelo arcebispo Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização: “é uma daquelas surpresas que faz o Papa Francisco. Uma visita em que ele se viu acolhido imediatamente por muitos pobres, com várias dificuldades, que chegaram bem próximos a ele”. Dom Fisichella contou ainda que “o Papa saudou todos, um por um. Escutou eles, saudou os voluntários e as voluntárias, e acredito que seja mais uma vez um gesto de grande solidariedade e caridade cristã que o Papa quis dar como testemunho”. A visita do Papa Francisco também faz parte da iniciativa “Sextas-feiras da Misericórdia”, iniciada pelo Pontífice no Jubileu da Misericórdia.

Atendimento diário aos pobres 
O Posto de Saúde tem o objetivo de “oferecer tratamento por uma semana àqueles que estão em dificuldade. Faço votos de que este dia promova uma crescente atenção às necessidades dos últimos, dos marginalizados e dos famintos”, disse o Pontífice durante a oração do Angelus do último domingo (11), ao falar da iniciativa. Oitos ambulatórios estão abertos desde a segunda-feira (12) e sempre por 14 horas no dia. A estrutura, de assistência temporária, atende os pobres e mais necessitados com consultas médicas e de laboratoriais gratuitas.

FONTE 
Andressa Collet
Vatican News

Deixe um comentário

Facebook

Twitter